• 4 As - Dicas de prevenção


  • LOREMI - A SOLUÇÃO COMPLETA EM SANEAMENTO
    Controle de pombos, controle de pragas, desentupimento, hidrojateamento, 
    limpeza industrial, transporte de efluentes, limpeza de reservatorio,
    laudos, analises, consultoria ambiental,locação de caminhoes, bed bugs
    www.loremi.com.br

    10 dicas para prevenir os pombos.

    Pombos, morcegos, urubus  A presença desses seres indesejáveis em um edificação é um verdadeiro perigo e ainda revela uma falta gravíssima nos processos de higiene e segurança do estabelecimento.

    Esses animais podem carregar micro-organismos como fungos, bactérias e vírus causadores de diversos problemas de saúde, principalmente distúrbios gastrointestinais, conjuntivites e infecções de pele, tanto para os clientes quanto para os funcionários.

    Como o controle de pragas voadoras e rasteiras é uma exigência da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), existem normas para esse procedimento. Assim, se este não for realizado da maneira correta, o local pode receber multas e, em alguns casos, até ser interditado.

    Prevenção e controle

    A presença desses animais se dá sobretudo pelos chamados “Quatro As”: Alimento, Abrigo, Acesso e Água. “Se eles conseguem entrar, encontrar o que comer e beber, além de um lugar para se esconder, temos um ambiente ideal para a reprodução”,

    Para locais em que já há infestação, aplicar o plano de monitoramento e captura de pombos para eliminar os animais é a medida mais eficaz. Mas, segundo o especialista, o ideal é realizar o chamado
    Plano ECOPOMBO, que combina ações preventivas e corretivas.

    Fique atento! O uso de produtos químicos pois os mesmos são proibidos e matar pombos é crime!

    Para conseguir um resultado eficaz, a contratação de profissionais especializados é fundamental, já que eles têm condições de analisar o ambiente, checar pontos de melhorias e ainda auxiliar a equipe em relação aos procedimentos corretos no dia a dia.

    “Este é um trabalho conjunto. As empresas especializadas realizam vistorias e monitoramentos mensais, e os estabelecimentos devem adotar medidas para impedir a atração, o abrigo, o acesso e a proliferação de novos pombos. Nesses casos, a conscientização dos funcionários faz toda a diferença”,

    Confira a seguir algumas dicas básicas que evitam os “Quatro As”:

    1. Garanta a limpeza de todos os equipamentos e ambientes para que não haja restos de alimentos, gordura e água acumulados.

    2. Verifique sempre os armários e as prateleiras.

    3. Não deixe os alimentos desprotegidos. Tudo deve ser guardado em recipientes fechados.

    4. Remova o lixo, no mínimo, uma vez ao dia e feche bem os sacos.

    5. Não deixe buracos em galpões, portas abertas, pontos de entrada ou qualquer objeto que possa servir de abrigo para os pombos

    6.  As portas e as janelas devem ser mantidas fechadas ou protegidas

    7. As aberturas externas das áreas de armazenamento e preparação de alimentos, inclusive o sistema de exaustão, precisam ter telas milimetradas para impedir o acesso de pombos. Elas devem ser removíveis para facilitar a limpeza periódica.

    8. Instalações físicas, como piso, parede e teto, devem possuir revestimento liso, impermeável e lavável. Verifique sempre se não há rachaduras, trincas, goteiras, vazamentos, infiltrações, bolores e descascamentos.

    9. Opte por calhas com proteção superior  do tipo abre e fecha.

    10. Faça a vedação de fossas sépticas, assépticas, instalações hidráulicas e rede de esgoto.

    Fique atento! Ao contratar os serviços de uma empresa de controle de pombos, pois a mesma deve ser licenciada na ANVISA, VIGILANCIA SANITARIA, IBAMA, CETESB OU PODE SE TRANSFORMAR EM CRIME ESSA PRATICA.